quarta-feira, 7 de maio de 2014

1938, o Álbum comemorativo

outra síntese:
ÁLBUM COMEMORATIVO DA EXPOSIÇÃO-FEIRA ANGOLA 1938


Um fotolivro ignorado com fotografias de Firmino Marques da Costa e arquitecturas de Vasco Vieira da Costa

O álbum e a exposição esquecidos
Um feixe de temas: fotografia, arquitectura/design expositivo, política imperial e autonomismo (o governador António Lopes Mateus)
Firmino Marques da Costa (Ether 1987, a visita de Carmona)
Porto 1934 e Luanda 1938 (Benguela 1935 e Lisboa 1937 / 1940)
Vasco Vieira da Costa
O Plano de Fomento de 1936-38 
O autonomismo angolano (o novo Brasil, a posição pró-Angola)
O esquecimento (a II Guerra?)
A etnografia e arte indígena
Fotolivro

terça-feira, 6 de maio de 2014

1938, Os velhos colonos do Planalto

Outra vez - pela 3ª vez - os brancos pobres, os colonos do Planalto: ver agencia-foto


Na pág. 481 de Raças do Império, Mendes Correia, ed. Portucalense, 1943
(serão colonos madeirenses do Lubango / Sá da Bandeira, fundada em 1885)

No Álbum de 1938

Na Antologia da Revue Noire, 1998 (aqui com a legenda: "Fotografia A FOTO - 1953 Casal de colonos portugueses no Lubango")

Uma mesma fotografia e 3 imagens diferentes - recortada em 38, cortada (reenquadrada ao alto em 1998) e completa em 1943.
Sempre a mm imagem de um casal de colonos de origem madeirense, instalados no Lubango, de autor desconhecido, distribuída em Lisboa e Luanda. Em que arquivos existe hoje, isolada ou entre outras associáveis?
Os 58 anos indicados por Martins Corrêa situam o casal na migração de madeirenses promovida em 1985 em resposta à instalação de grupos boers. Um episódio histórico com aspectos muito particulares e ainda recordado no Planalto.

1938, a Exposição-Feira em "O Mundo Português"

Finalmente consegui entender o porquê do desconhecimento da Exposição-Feira Angola 1938.





Não é por falta de fontes que a Exposição-Feira ficou esquecida. É porque se fazem demasiados doutoramentos e mestrados e trabalhinhos escolares sobre temas ociosos; é porque não se investigou nem investiga a documentação que por aí existe. Não investigaram os doutores catedráticos e por isso não têm "moral" ou autoridade para fazer investigar os estudantes - aliás, como poderiam eles avaliar a investigação sobre temas e tempos que ignoram?

1938, Um Museu de Arte Indígena, Diário de Luanda

12 de Dezembro de 1937, citado no relatório do Museu da Diamang de 1937
http://apomargalerias.blogspot.pt/search/label/Jos%C3%A9%20Redinha
http://apomargalerias.blogspot.pt/2014/04/1938-diario-de-luanda-12-dez.html



As colecções de (Mons.) Dr.Manuel Alves da Cunha e Coronel Brandão de Melo, o interessante e valioso museu no Dundo, da Companhia dos Diamantes de Angola; os estudos de Diogo de Macedo.

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Cronologia

CRONOLOGIA in progress
apontamentos

registada a 8 de Dez. 2013 < ACTUALIZAÇÂO


Outras fotos de Angola 1938 em "O Mundo Português"


O fotógrafo é certamente o mesmo mas a informação é muito diferente.  Na revista (nº 60, Dezembro, 1938) aparecem apenas o título e legendas, sem qualquer notícia adicional, comentário ou identificação de autorias arquitectónicas.

1938 Relatórios do Museu da Diamang 1

Diário de Luanda, 12 de Dezembro de 1937?: " A arte indígena na Exposição-Feira "

citado em http://www.diamangdigital.net/index.php?module=diamang&option=item&id=1




#

1936. Exposição de Arte Gentílica – África Portuguesa. Lisboa: Sala Portugal da Sociedade de Geografia de Lisboa, 19 a 26 de Abril de 1936 [Texto do conde de Penha Garcia]. cat.

1936. Exp. da colecção recolhida por José Redinha na Lunda

1938. Exp. de Elmano Cunha e Costa no SPN
«Exposição de Fotografias de Angola», in Diário da Manhã (5-7-1938) 
«Exposição de Fotografias sobre motivos de Angola», in Diário de Noticias (3-7-1938)
«No S.P.N. A exposição de fotografias do snr.dr Elmano da Cunha e Costa sobre motivos de Angola», in O Correio do Porto, (6-7-1938)
«No S.P.N. O chefe de Estado inaugurou ontem uma interessantíssima exposição de fotografias de Angola, in A Voz, Lisboa (5-7-1938) 
«No Secretariado de Propaganda foi inaugurada uma exposição de costumes coloniais da autoria do dr. Elmano da Cunha e Costa», in O primeiro de Janeiro, Porto (5/7/1938) 
«No S.P.N. Exposição de Fotografias do snr. Dr. Elmano da Cunha e Costa sobre motivos de Angola, foi ontem inaugurada pelo snr. Presidente da República», in Diário de Notícias, Lisboa (3-7-1938) 
«O chefe de Estado inaugurou ontem uma notável exposição de fotografias de Angola no Secretariado de Propaganda Nacional», in O Século, Lisboa (5-7-1938) 

1946. «Exposição de Etnografia Angolana, in Diário de Notícias, Lisboa (28-12-1946)

1949. Exposição de Arte Negra. (Colecção do Administrador de Circunscrição da Colónia de Angola, António Augusto Gonçalves de Melo). Lisboa: SNI/AGC. cat.
1949. «Exposição de Arte Negra», in Diário da Manhã (1-6-1949)
1949. «Arte Negra. Arte do Império», in Diário da Manhã (11-6-1949)


1951. «É notável a exposição de fotos de costumes angolanos e moçambicanos, inaugurada no SNI», in Diário da Manhã, Lisboa (24-6)
1951. « Vão ver como se penteiam e adornam as beldades da província de Angola na exposição que, por iniciativa da Agência Geral das Colónias se inaugura esta tarde no Secretariado Nacional de Informação , in O Século, (3-3-1951) 
1951. «Exposição Fotográfica da Lunda e Alto Zambeze» in Diário de Notícias, Lisboa (25-6-1951) 

#
(?)

1935. Exposição de Eduardo Malta. Porto, Salão Silva Porto, 1935, cat.
1936. «Exposição de Pintura de Carlos Carneiro - Modernismo e Arte Negra», in Diário da Manhã, Lisboa (17-1- 1936)

1940. Exposição de Eduardo Malta. Lisboa: Editorial Império, 1940. cat.
1940. «Eduardo Malta, pintor da Beleza Feminina, expõe no S.P.N.», in Diário de Lisboa (25-4)
«Exposição de Pintura e desenho de Eduardo Malta», in Diário da Manhã (29-4)
«Exposição de Pintura de Eduardo Malta, foi ontem inaugurada, no Salão do SPN pelo sr. Ministro da Educação Nacional», in O Século (26-4)

1942. «Exposição de Pintura de Eduardo Malta», in Diário da Manhã, Lisboa ( 17-11- 1942) 
1946. «A primeira portuguesa que faz quadros de África expõe hoje no SNI», in Diário Popular (30-6)
«Exposição de Isabel Areosa no Estúdio do SNI», in Diário da Manhã de 2-7-1946

1951. «Como o Alemão Reinhold Kuntze interpreta as terras e as gentes de Angola», in Diário da Manhã ( 2-6) 
1956. Exposição da Vida e da Arte Portuguesas. Lourenço Marques: Agência Geral do Ultramar. cat.
1960. 2ª Exposição de Pintura Moderna. Luanda, Grupo Desportivo e Cultural da CUCA. cat.